Policial se complica ao impedir que matassem um cA?o pastor alemA?o.

lars-bo - CA?pia

 

Policial pode ser exonerado por resgatar cA?o da morte na Dinamarca

Lars Bo Lomholt, policial que salvou cA?o pastor alemA?o do sacrifAi??cio. Foto: ReproduAi??A?o
Lars Bo Lomholt Ai?? um verdadeiro herA?i. Quando o policial dinamarquA?s ouviu que Thor, um pastor alemA?o e a A?nica companhia de uma senhora recAi??m-viA?va, seria morto, ele foi atAi?? o canil onde o cA?o estava, apreendeu-o e o levou para um local desconhecido.
Em vez de ser reconhecido por ir alAi??m e acima do dever, o policial veterano hA? 20 anos na profissA?o estA? tendo de enfrentar uma possAi??vel exoneraAi??A?o.
Como Ai?? possAi??vel imaginar, isso irritou muitos protetores animais.Ai??Uma petiAi??A?o lanAi??ada pelo site Care2para salvar o emprego de Lomholt jA? conseguiu mais de 9 mil assinaturas de ativistas em defesa dos animais de todo o mundo.
O jornal Copenhagen Post originalmente relatou que um homem disfarAi??ado de policial havia sequestrado Thor de sua baia no abrigo. A verdade foi descoberta depois: um amante de animais que por acaso era policial decidiu salvar a vida do pastor alemA?o.
Por que este adorA?vel cA?o de sete anos de idade estava prestes a ser morto?
De acordo com o site examiner.com, a trA?gica histA?ria do pastor alemA?o Thor comeAi??ou em setembro de 2012 quando sua tutora Jette saiu para dar sua costumeira caminhada com o cA?o na coleira. O marido de Jette havia morrido e Thor significava tudo pra ele. O cachorro era um elo reconfortante ao passado de Jette. Enquanto os dois andavam tranquilamente pela vizinhanAi??a, um pequeno cachorro escapou e assustou Thor.
O texto publicado no Copenhagen Post diz que os dois cA?es se atracaram e o pequeno foi mordido. Os tutores trocaram informaAi??Ai??es, Jette pagou uma multa e pensava-se que o incidente estava resolvido.
Meses depois, trA?s policiais apareceram e afirmaram que Thor era um cachorro indA?cil, com base na lei dinamarquesa. A pequena mordida no cA?o menor se transformou em uma inflamaAi??A?o que exigiu cuidados veterinA?rios. A decisA?o era matar Thor, apesar de pareceres atestarem que a reaAi??A?o do pastor foi a esperada de um cA?o que se depara com um evento sA?bito e inesperado.
Este parecer foi emitido pelos advogados do Fair Dog, associaAi??A?o dinamarquesa que luta pelos interesses dos cA?es e de seus tutores, que protestou que a polAi??cia estava errada. O resultado da contestaAi??A?o Ai?? que Thor foi avaliado em seu comportamento natural e um novo julgamento foi agendado para ele.
Entretanto, autoridades policiais ignoraram o fato do novo julgamento e anunciaram que o cachorro seria morto na semana passada. Em tempo, o oficial Lars Bo Lomholt chegou ao abrigo naquela noite trajando seu uniforme e o cachorro saiu com ele. Aparentemente, o cachorro estA? indo muito bem, exatamente como se esperava, mesmo dadas as circunstA?ncias.
Lomholt foi punido porque entrou sem uma decisA?o de seus superiores e optou por resgatar Thor. Mas estA? certo ser exonerado porque ele fez o que considerou moralmente correto no curso da aAi??A?o?
NA?o tenho ideia por que resgatar um cA?o da morte certa e devolvA?-lo Ai?? sua tutora que estA? de luto pela morte do marido seja motivo para ser demitido. EstA? bem documentado que os animais oferecem apoio aos humanos quando estA?o deprimidos, doentes ou sozinhos. SA? a companhia jA? Ai?? um aspecto A?til. Ter um cachorro por perto significa que vocA? nunca estarA? sozinho. Cuidar de um animal significa que vocA? tem uma responsabilidade, que pode tirA?-lo da depressA?o. Depois, hA? ainda o aspecto da saA?de fAi??sica: muitos estudos mostram que tutelar um cA?o pode abaixar a pressA?o arterial e reduzir o stress.
Esta viA?va precisa de Thor, uma conexA?o com o passado que ela dividiu com o marido. E Lomholt Ai?? um herA?i a ser celebrado por ter feito a coisa certa. Precisamos de mais policiais como ele.

 

About the Author
Leyla Orilio

Online Drugstore, buy cialis 5mg canada, Free shipping, no prescription provigil online, Discount 10%, comprando cipro

Deixe um cometário