A Dor do Abandono .

f_75

Abandono. . . Como Evitar!

 

O abandono Ai?? uma das maiores dores que se pode sofrer; ele pode provocar seqA?elas fAi??sicas e emocionais no abandonado, principalmente se for uma crianAi??a ou um animal ai??i?? para quem a explicaAi??A?o racional das possAi??veis causas do abandono ai??i?? surte pouco ou nenhum efeito. Um animal, por se manter mental e emocionalmente ai???infantilai??? durante toda a sua existA?ncia, serA? eternamente dependente do seu dono. Ele se afeiAi??oa Ai?? pessoa que cuida dele, desenvolve naturalmente forte sentimento de gratidA?o e passa a lhe dedicar a sua vida; se for abandonado por quem ele ama, poderA? desenvolver vA?rias doenAi??as relacionadas Ai?? tristeza, Ai?? depressA?o e Ai?? baixa auto-estima, chegando Ai?? auto-mutilaAi??A?o.

 

VocA? nA?o abandonaria o seu filho, ou seu animal de estimaAi??A?o. PorAi??m, vocA? pode estar contribuindo indiretamente para o abandono de seres sob sua responsabilidade, sem ter consciA?ncia disso,se vocA? tem um animal de estimaAi??A?o mas nA?o lhe dedica atenAi??A?o, afeto, tempo, amor, ele estarA? vivendo uma forma de abandono. Assim como a crianAi??a, o animal necessita sentir-se acolhido, aceito, amado e precisa que alguAi??m brinque com ele. Se vocA? tem um A?nico animal e ele fica sozinho a maior parte do dia, pense em oferecer-lhe um companheiro para interagir.

 

Pode ser da mesma ou de outra espAi??cie. CA?es e gatos podem conviver em harmonia, quando a adaptaAi??A?o Ai?? feita amorosamente pelo humano. Ai?? bom lembrar que animais castrados sA?o mais dA?ceis e adaptA?veis. E nesse caso, podem ser da mesma espAi??cie e de sexos diferentes ou nA?o; a escolha Ai?? sua.

 

Animais solitA?rios tendem a desenvolver hA?bitos destrutivos, auto-destrutivos e depressA?o. Se tudo que ele tem na vida Ai?? vocA?, que sA? chega em casa Ai?? noite, ele praticamente passa a vida a lhe esperar, e demonstra toda sua carA?ncia no seu retorno, exigindo muita atenAi??A?o; se sA?o dois, eles passarA?o o dia interagindo, ainda demonstrarA?o toda sua alegria ao revA?-lo, porAi??m alegria Ai?? diferente de carA?ncia, e vocA? terA? a consciA?ncia mais tranqA?ila o dia todo.

 

Promover o cruzamento do seu animal, seja ele macho ou fA?mea, sem a certeza de ter suficientes donos responsA?veis para todos os filhotes que possam nascer, (o que nA?o Ai?? tarefa fA?cil), estarA? correndo o risco de promover o abandono. Muitas pessoas ainda vA?m o animal de estimaAi??A?o como um brinquedo, ou um objeto que pode ser presenteado a alguAi??m ou descartado ao surgir qualquer problema como: mudanAi??a de endereAi??o (vocA? mudaria para onde nA?o pudesse levar toda a famAi??lia?) doenAi??a na famAi??lia, gravidez, o nascimento de um bebA?, falta de tempo, de paciA?ncia, de dinheiro, de amor.

 

Um dos ai???seusai??? filhotes pode estar indo para alguAi??m que se encanta momentaneamente porque ele Ai?? pequenino, ou porque Ai?? de raAi??a, ou porque o filho demonstrou interesseai??i?? mas que apA?s perceber que um novo membro na famAi??lia dA? trabalho, precisa ser adaptado, cuidado e amado, quer se desfazer. E o entrega para qualquer um ai??i?? Ai??s vezes a um funcionA?rio que nA?o quer o bicho mas quer agradar o patrA?o ou a um amigo que deseja ajudar a resolver ai???o problemaai??? e que talvez nA?o o queira ai???mesmoai???.

 

Ai?? bem provA?vel que esse seja o inAi??cio de uma peregrinaAi??A?o de desamor, e que o animal acabe por aAi??, vagando, procurando melhor destino. E se ele nA?o for esterilizado, imagine entA?o o que serA? de seus filhosai??i??netosai??i?? quantos deles terA?o a sorte de uma vida digna?

 

E vocA? terA? sua parcela de responsabilidade por toda essa tristeza.

 

Presentear um animal a alguAi??m sem prAi??vio acordo com o adulto que serA? responsA?vel por ele, poderA? indiretamente estar provocando o abandono. Ser responsA?vel por um animal de estimaAi??A?o requer cuidados, gastos, espaAi??o, tempo, disponibilidade interna, requisitos que se a pessoa ai???presenteadaai??? nA?o dispuser naquele momento, pode acabar ai???desfazendo-seai??? daquele animal.

 

Ainda falta a nA?s, humanos, a consciA?ncia e a convicAi??A?o de que um animal de estimaAi??A?o Ai?? parte da famAi??lia da mesma forma que a crianAi??a e o idoso (sadios ou nA?o) e nA?o hA? nada que justifique o seu descarte.

 

Fonte de Consulta:Ai??

 

Instituto Nina Rosa ai??i?? www.institutoninarosa.org.br

 

 

 

About the Author
Leyla Orilio

Online Drugstore, buy cialis 5mg canada, Free shipping, no prescription provigil online, Discount 10%, comprando cipro

Deixe um cometário